Turtle Blog

TB__0009_Vector-Smart-Object.png
  • Luisa Miaw

5 dicas simples e práticas de sustentabilidade para o seu restaurante

Você já pensou nos benefícios que o seu restaurante pode ter por adotar práticas sustentáveis?


Fonte: Restaurante Bonito Verde

Esses benefícios vão além da contribuição para o meio ambiente, uma vez que possibilitam também a redução de custos, economia de recursos e mais: agregam valor ao seu restaurante e impactam positivamente os clientes, novos e antigos.


Segundo estudo realizado pela Union + Webster, 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de marcas sustentáveis. Além disso, 70% afirma que não se importam em pagar um pouco mais por isso.


Quer saber como tornar o seu restaurante mais verde de forma simples e prática? Vem com a gente!



1. Economize água e energia


A primeira dica é muito simples e começa com ações pequenas como ensaboar todos os copos, pratos e talheres antes de enxaguá-los. Só essa medida pode reduzir o consumo de água em até 80%.


Além disso, pode-se adotar outras práticas para reduzir o consumo de água e energia como:

  • deixar as louças de molho, facilitando a remoção de sujeiras que ficam grudadas;

  • adotar máquinas lava-louças que economizam água e tempo;

  • verificar de tempos em tempos se não está ocorrendo vazamento de água;

  • adotar descargas inteligentes e torneiras com temporizador nos banheiros;

  • instalar sensores de movimento nos banheiros para evitar luzes acesas em ambientes vazios;

  • dar preferência a paredes e tetos com cores claras;

  • projetar o local para aproveitar ao máximo a iluminação natural;

  • adotar lâmpadas de LED ao invés de lâmpadas fluorescentes;

  • optar por aparelhos que consomem menos energia elétrica;

  • sistema de captação da água da chuva para higienização das áreas externas do estabelecimento;

  • investir em painéis solares para compensar o custo com energia consumida.


É também muito importante que seus funcionários e clientes tenham essa consciência e que todos adotem estas práticas. Por isso, placas de sinalização ajudam a relembrar a importância de cada um fazer a sua parte.




2. Reduza a quantidade de resíduos gerados


Vamos compartilhar algumas dicas adotadas pelo Corrutela, considerado um restaurante resíduo zero:

  • Água da casa servida em garrafas de vidro;

  • Compra de insumos em grande quantidade, reduzindo a quantidade de embalagens;

  • Canudos de metal ao invés de canudos plásticos;

  • Compostagem para gerar adubo para ser utilizado na produção de alimentos;

  • Copos de alumínio ou vidro para os funcionários;

  • Venda ou troca de óleos e gorduras com empresas que produzem sabão, tinta e biodiesel, em troca de produtos de limpeza, por exemplo;

  • Reciclagem ou Reuso de resíduos secos: embalagens de papelão, latinhas de alumínio, garrafas PET, potes e garrafas de vidro por meio de parcerias com iniciativas de coleta seletiva ou por meio de devolução para os próprios fornecedores (ex.: engradados de cerveja)




3. Compre de produtores locais


Incentivar a economia local, comprando de produtores da região, também é uma atitude de sustentabilidade. Além da economia com transporte, é possível comprar quantidades menores em uma frequência maior, garantindo produtos orgânicos, fresquinhos, saudáveis e sem agrotóxicos para a preparação das suas deliciosas refeições além de diminuir o desperdício, já que a compra acontece de acordo com a sua demanda.



4. Adote embalagens biodegradáveis ou reutilizáveis


Muitos restaurantes adotam embalagens de isopor, de plástico de uso único ou de alumínio, 80% das quais são utilizadas uma única vez antes de ir parar no lixo. Além disso, mesmo com a separação entre recicláveis e orgânicos, ao serem descartadas, acabam indo para aterros ou lixões, isso quando não vão parar em mares e oceanos, uma vez que apenas 3% do lixo do Brasil é reciclado.


As embalagens convencionais costumam levar de 100 à 400 anos para se deteriorar na natureza, o que causa impactos ambientais sérios por conta do acúmulo dos materiais. No entanto, existem opções ecologicamente sustentáveis, como embalagens biodegradáveis feitas das mais diversas matérias-primas como amido de milho, bagaço de cana, bambu, mandioca e cogumelo, além claro, da opção de reuso das embalagens.


Vários restaurantes fora do Brasil adotam embalagens retornáveis, por meio de um sistema de logística reversa que coleta, higieniza e retorna as embalagens para os restaurantes, como é o caso da GoBox nos Estados Unidos e ReturnR na Austrália. A Turtle Box surgiu para trazer essa realidade para o Brasil, após a inquietação gerada por esse vídeo da Vox. Clique aqui para conhecer mais.


Fonte: GoBox

5. Aproveite ao máximo os alimentos


Segundo a Fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO), enquanto 13 milhões de brasileiros passam fome, 8,7 milhões de toneladas de comida vão para o lixo no Brasil. Isso significa que cada brasileiro desperdiça 41 quilos de comida por ano.


Dentre as diversas formas de se reduzir o desperdício, estão:

  • o planejamento de cardápio atrelado a um melhor porcionamento dos alimentos para cada prato e preparo de acordo com a saída que cada um tem;

  • máximo aproveitamento das partes dos alimentos: partes não nobres como cascas, talos e sementes podem ser utilizadas em outras receitas como sopas, caldos, molhos, torta de legumes;

  • congelamento dos alimentos: descascar, picar e congelar, para manter o alimento por mais tempo;

  • controle do estoque atrelado a um planejamento de cardápio enxuto, que priorize os ingredientes da estação. Além disso, o armazenamento deve ser feito de maneira adequada, respeitando as condições de perecibilidade e temperatura de cada alimento.

E aí? Gostou das dicas? Compartilhe com a gente quais práticas sustentáveis você adota no dia-a-dia do seu restaurante!


140 visualizações3 comentários